sexta-feira, 1 de junho de 2012

Os Países com PIB em Trilhões de Dólares 2012

O mundo está mudando isso é um fato, com as mudanças de riqueza para as mãos de países que antes, era imaginável de se pensar. Há de dar ao crédito dessa história ao incrível “Senhor PIB de todos os países que se destacam em suas economias”.

Rio Barra Bonita/SP

 Os 15 Países em Trilhões de dólares PIB 2012.

01.  Estados Unidos América; US$ 15 Trilhões de dólares.
02.  China; 7,2 Trilhões de dólares.
03.  Japão; 5,8 Trilhões de dólares.
04. Alemanha; 3,5 Trilhões de dólares.
05.  França; 2,7 Trilhões de dólares.
06. Reino Unido; 2,4 Trilhões de dólares.
07.  Brasil; 2,3 Trilhões de dólares.

08. Itália; 2,1 Trilhões de dólares.
09. Rússia; 1,8 Trilhões de dólares.
10.  Canadá; 1,7 Trilhões de dólares.
11.   Índia; 1,6 Trilhões de dólares.
12.   Austrália; 1,4 Trilhões de dólares.
13.   Espanha; 1,3 Trilhões de dólares.
14.  Coreia do Sul; 1,1 Trilhões de dólares.
15.   México; 1,0 Trilhões de dólares.
Fonte FMI





Oliveiralimainvest10


 PIB
O produto interno bruto (PIB) representa a soma (em valores monetários) de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região (quer sejam países, estados ou cidades), durante um período determinado (mês, trimestre, ano, etc.).


 O PIB é um dos indicadores mais utilizados na macroeconomia com o objetivo de mensurar a atividade econômica de uma região.

Na contagem do PIB, consideram-se apenas bens e serviços finais, excluindo da conta todos os bens de consumo de intermediário. Isso é feito com o intuito de evitar o problema da dupla contagem, quando valores gerados na cadeia de produção aparecem contados duas vezes na soma do PIB.

O PIB é uma medida de fluxo de produção - produção por unidade de tempo (ano). Por isso, ele não considera estoques de capital (economia), que em ultima instância são importantes componentes determinantes dos fluxos de produção, como por exemplo, capital social, capital humano, capital natural, nível de eficiência de instituições.

O PIB per capita é frequentemente usado como um indicador, seguindo a ideia de que os cidadãos se beneficiariam de um aumento na produção agregada do seu país. Similarmente, o PIB per capita não é uma medida de renda pessoal. Entretanto, o PIB pode aumentar enquanto a maioria dos cidadãos de um país fica mais pobres, ou proporcionalmente não tão ricos, pois o PIB não considera o nível de desigualdade de renda de uma sociedade.

Distribuição de Riqueza - O PIB não leva em consideração diferenças na distribuição de renda entre pobres e ricos. Entretanto, diversos economistas ressaltam a importância da consideração sobre desigualdade sobre o desenvolvimento econômico e social de longo prazo.

Qualidade de bens e serviços - Caso dois bens tenham qualidades diferentes, mas seja vendido a um mesmo preço, o valor registrado pelo PIB será o mesmo. Isso leva a distorções da percepção de bem-estar, por exemplo, se uma cidade produzir bolos de ótima qualidade pelo mesmo preço de bolos ruins da cidade ao lado, o PIB calculado para as duas será o mesmo, porém, a qualidade de vida e de consumo será diferente entre elas.

Transações não comerciais - O PIB exclui atividades produtivas que não ocorrem dentro do mercado, tal como serviços voluntários não pagos, produção para consumo próprio, ou produtos e serviços de livre acesso trocados pela internet.

Transações clandestinas - O PIB não conta atividade que contribuem para a produção, mas que não passam pelo mercado oficialmente, como atividades de contrabando e venda de produtos ilegais.
Mercado Informal - Pequenos negócios e serviços não formalizados e registrados não são registrados.

Externalidades - O PIB ignora a presença de externalidades (efeitos não contabilizados pelo mercado), como, por exemplo, danos ao meio ambiente. Assim, um país que cortar e vender todas suas árvores terá um aumento em seu PIB, mesmo que os efeitos sociais sejam negativos devido à poluição, perda de biodiversidade, área de lazer etc.

Crescimento de longo prazo - O PIB anual não é um indicador de longo prazo. Ele aponta para variações que podem vir de oscilações econômicas momentâneas, como ataques especulativos, bolhas de crescimento, descoberta de jazidas de recursos naturais. Nada garante que o crescimento será mantido ou distribuído pela sociedade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Saudações!!!

As 10 Bandeiras Mais Bonitas A.L.

Livros Sugeridos...

  • Plano B 4.0 Revisto e Ampliado; Lester R. Brown. Coeditores da Edição Brasileira; Bradesco, Ideia Sustentável, New Content
  • O Mercado de Ações em 25 Episódios; Paulo Portinho.Editora Elsevier
  • O Jeito de Warren Buffett de Investir. Os Segredos do Maior´Investidor do Mundo. Hagstrom Robert G/ Saraiva
  • O Homem mais Rico da Babilônia; George S. Clason
  • O Tao de Warren Buffett de Investir. Devis Clack/ Marry Buffett

Google+ Followers

IIMV.ORG

AGENDA DIVIDENDOS 2017...

APOSENTADORIA MBA 2017

APOSENTADORIA MBA 2017
INFORMACÕES

Cidade de São Paulo

Heringer

JURÍDICO OLIVEIRA LIMA 2017

JURÍDICO OLIVEIRA LIMA 2017
INFORMAÇÕES...

Petrobras

Portal das Mulheres

Portal São Paulo

Reuters

Touro

VEDUCA

VEDUCA
MBA, Universidades & Certificados

VIDA E DINHEIRO